Ser um investidor de sucesso depende de conhecimento e prática. Na hora de aprender, é importante começar pelo básico, fortalecendo conceitos essenciais e conhecendo os ensinamentos de grandes nomes do mercado.

Logo, é fundamental explorar o legado de Benjamin Graham. Ele foi um dos investidores mais relevantes do século XX e ajudou a transformar a atuação no mercado de ações. Além disso, as lições de Graham são atemporais e podem ajudá-lo a investir melhor.

Quer conhecer 5 ensinamentos de Benjamin Graham que são essenciais? Continue a leitura e descubra o que separei para compartilhar com você!

Quem foi Benjamin Graham?

Antes de saber quais são seus principais ensinamentos, vale a pena entender quem foi Benjamin Graham e por que ele ainda é tão importante no mercado financeiro. O economista e autor nasceu em 1894, em Londres, e se mudou posteriormente para os Estados Unidos.

Depois de concluir a escola, ele decidiu cursar economia e escolheu a Universidade de Columbia. Após se formar, Benjamin Graham tornou-se professor na mesma instituição e, depois, conheceu Warren Buffett.

Foi na universidade que Graham passou a ser o mentor de Buffett — que se consagraria o maior investidor da história moderna. O professor o ensinou sua teoria de value investing, que você conhecerá adiante.

Depois, Graham abriu uma empresa em Wall Street, onde Buffett trabalhou e começou a consolidar sua carreira. Ainda, o economista escreveu diversos livros que se tornaram clássicos para qualquer investidor, como “O Investidor Inteligente” e “Security Analysis”.

Com base em suas lições, Benjamin Graham fez fortuna no mercado financeiro — e doou a maior parte dela ao longo da vida. Em 1976, ele faleceu em Provence, na França.

5 Ensinamentos de Benjamin Graham

Como você viu, Benjamin Graham foi o mentor do maior investidor da história. Ao longo das décadas, Warren Buffett creditou grande parte de seu conhecimento ao professor. Graças às teorias, conceitos e livros lançados por Graham, você também pode aprender com ele.

Por isso, conheça 5 ensinamentos deixados por esse investidor que é possível absorver!

1. Uma ação faz parte de uma companhia

Um dos principais ensinamentos de Benjamin Graham parece uma obviedade, mas é essencial para embasar suas decisões. De acordo com ele, os investidores não devem esquecer que uma ação não é um investimento isolado.

Em vez disso, ela é parte de uma companhia. Logo, antes de adquirir qualquer ação é necessário fazer uma análise fundamentalista da empresa. A partir desse ponto, é possível buscar oportunidades mais interessantes.

A ideia é utilizar os indicadores financeiros para conhecer quais são os resultados do negócio, como é sua gestão e quais são suas perspectivas. Para Graham, também é preciso identificar o valor justo de uma ação.

2. É preciso investir com margem de segurança

O conselho anterior de Benjamin Graham serve para antecipar a sua teoria mais famosa: o value investing. De acordo com essa metodologia, o objetivo é comprar uma ação por um preço menor do que ela realmente vale — desde que a empresa tenha perspectivas positivas.

Como a tendência é que haja a correção das distorções do mercado e o ativo retorne ao valor justo, seria possível obter lucro com a operação. Ao seguir esse conselho, portanto, o foco está em buscar ações negociadas a um preço menor que o valor intrínseco por ação da empresa.

Dessa forma, você pode aproveitar a margem de segurança para obter lucros no longo prazo, o que ajuda a consolidar o seu patrimônio.

3. A situação atual do mercado pode não ser tão importante

Para Graham, analisar um negócio e seus resultados não significa observar apenas o presente ou seu histórico. É preciso pensar no futuro, desenvolvendo perspectivas sobre o desempenho da companhia.

Por isso, um de seus ensinamentos inclui adotar um olhar de longo prazo. Na prática, agir dessa forma pode mudar a sua percepção sobre as condições de mercado. Afinal, ao seguir a estratégia de Graham, não faz sentido deixar de investir por uma crise, por exemplo.

Se a empresa mantiver suas perspectivas de crescimento e valorização, o ideal é pensar no futuro. Ao mesmo tempo, ele reconhece que essa não é a tarefa mais fácil. Contudo, Benjamin Graham afirma em uma de suas célebres frases que a “coragem se torna a virtude suprema, após haver um conhecimento adequado e um método de avaliação já testado”.

Logo, é importante ter cuidado para não se deixar comandar pelos movimentos imediatos do mercado. Dessa forma, você pode se tornar um investidor de sucesso.

4. O mercado nem sempre reflete a realidade

Em suas obras, Graham foi o responsável por criar o conceito que ele nomeou Sr. Mercado (ou Mr. Market, na versão original). De acordo com ele, o termo representa o comportamento irracional e emocional do mercado financeiro — que também pode agir com base em medos ou desejos.

Entender o termo é essencial para notar que nem sempre os movimentos do mercado refletem a realidade. Ou seja, uma ação pode estar em queda e, mesmo assim, ser um bom investimento — e o contrário também pode acontecer.

Ainda segundo Graham, o mercado tem um pêndulo contínuo, em que sempre há um otimismo insustentável ou um pessimismo injustificado. Para ele, o investidor inteligente é um realista que compra dos pessimistas e vende para os otimistas.

Essa questão demonstra a necessidade de fazer uma análise fundamentalista objetiva. Desse modo, é possível encontrar as verdadeiras oportunidades no mercado de ações, em busca da margem de segurança.

5. Fazer o gerenciamento de risco é mais importante do que evitá-lo

Outro grande ensinamento de Benjamin Graham é que um value investor não é aquele que evita o risco, pois essa é uma condição inerente ao mercado financeiro. Logo, não se trata de correr ou não riscos e, sim, do quanto você está disposto a se arriscar.

Por isso, o economista e autor ensina que o mais relevante é saber gerenciar o risco. Realizar operações com base em uma análise extensiva, ter a margem de segurança e operar conforme as suas particularidades são pontos essenciais para fazer o gerenciamento de modo mais efetivo.

Com esses 5 ensinamentos, você poderá utilizar os conhecimentos de Benjamin Graham a seu favor na hora de investir em ações. Dessa forma, há como se apoiar em conceitos sólidos para avaliar ativos e tomar decisões.

Que tal aproveitar os diferentes investimentos do mercado com uma instituição sólida e completa? Abra sua conta com a Delta

Fonte: btg


0 comentários

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *